APEJESP promove palestra sobre Perícia Trabalhista A APEJESP, a Fecap (Fundação Álvares Penteado), o Sindecon-SP (Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo) e o Sindcont-SP (Sindicato dos Contabilistas de São Paulo), promoveram a palestra "Perícia Trabalhista e as alterações da Legislação Trabalhista", no dia 10 de outubro de 2018, na sede da FECAP, em São Paulo. Na ocasião, o contador e economista, Sérgio Prado de Melo, conduziu a apresentação. "Chamamos todos os profissionais de Contabilidade a se voltarem para os estudos. A educação transforma a pessoa", salientou o professor Alexandre Garcia, responsável pelos cursos de pós-graduação da FECAP.

Suely Gualano Bossa Serrati, do Conselho Fiscal da APEJESP, deu boas-vindas aos participantes e ressaltou a importância de se aperfeiçoar tecnicamente. "É um prazer recebê-los aqui esta noite para esta palestra que será muito enriquecedora", destacou Paschoal Rizzi Naddeo, presidente da APEJESP. "A perícia na Justiça do Trabalho tem aplicação subsidiária do código de processo civil", salientou Sérgio. De acordo com ele, os exames periciais serão realizados por perito único designado pelo juiz, que fixará o prazo para a entrega do laudo.

Um ponto abordado pelo palestrante foi relacionado aos honorários, e ele fez menção a Norma Técnica de Perícia Contábil NBC TP01. "Não quero desencorajar ninguém, mas vocês precisam saber que o recebimento dos honorários não ocorre na hora", comentou ao informar que pode-se demorar para se receber da Justiça Gratuita. Sérgio informou que o juízo poderá deferir parcelamento dos honorários periciais e "o juízo não poderá exigir adiantamento de valores para realização de perícias", acrescentou.

Ao falar do parecer técnico do perito assistente, o palestrante reforçou que as opiniões técnicas devem ser sobre as respostas e conclusão do laudo pericial, e não se deve emitir opinião sobre o perito.

Antes de finalizar o evento, Suely fez breve explicação sobre o Cadastro Nacional de Peritos Contábeis criado pelo CFC (Conselho Federal de Contabilidade) pela Resolução CFC nº 1.502, de 19 de fevereiro de 2016, e alterada pela Resolução CFC nº 1.513, de 26 de outubro de 2016. O Cadastro tem o objetivo de oferecer ao judiciário e à sociedade uma lista de profissionais qualificados que atuam como peritos contábeis. A palestra foi encerrada por Paschoal Rizzi Naddeo e Suel Gualano Bossa Serrati. Mais informações sobre a APEJESP, acesse: www.apejesp.com.br.

Texto e fotos: Jennifer Almeida

Clique aqui e confira as demais fotos.


<  Voltar
 
APEJESP - Todos os direitos reservados © É proibida a reprodução de textos e fotos publicadas, mesmo citando a fonte, sem expressa autorização assinadapelos diretores da publicação. Os artigos e matérias assinadas são de responsabilidade exclusiva dos seus autores. Jornalista Responsável: Suzamara Bastos. Criação: Acessa Brasil