APEJESP e CRCSP realizam II Fórum Paulista de Perícia Contábil A APEJESP promoveu, em 19 de outubro, em parceria com o CRCSP, o II Fórum Paulista de Perícia Contábil. O evento, realizado na sede do Conselho Paulista, reuniu representantes e lideranças contábeis, contadores e profissionais da perícia de todo o Estado.

Com a casa cheia, os profissionais acompanharam durante todo o dia palestras e painéis de atualização profissional e troca de experiência utilizadas e aplicadas durante as rotinas do dia a dia. As atividades foram transmitidas simultaneamente para 16 cidades espalhadas no interior do Estado.

Na abertura do Fórum, o presidente da APEJESP, Paschoal Rizzi Naddeo, agradeceu a presença de todos e enfatizou a parceria com o CRCSP, além de destacar a importância dos debates que trouxeram novas oportunidades de negócios em áreas poucas exploradas pelos peritos e contadores. "Grandes amigos e especialistas vieram nos ajudar a elucidar nossas dúvidas, em um evento que trouxe luz e muito aprendizado tanto para os novos profissionais, como também, para aqueles que já estão na área há muito tempo. Com isso, navegamos e exploramos novas operações que nos ajudarão na gama de oportunidades que o nosso segmento oferece", disse.

Na mesma linha, falou o vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CRCSP, João Carlos Castilho Garcia. "Nesse segundo evento trouxemos uma grande novidade que foi a transmissão simultânea. Com essa inovação, queremos distribuir conhecimento e levar novas oportunidades aos profissionais de todo Estado". A conselheira do CRCSP Angela Zechinelli Alonso também participou da abertura do Fórum.

Debates

No primeiro assunto do dia, o perito contador Sílvio Simonaggio falou sobre a "Perícia contábil, criminal e arbitragem". Em uma das suas abordagens, o profissional falou sobre o caráter geral da perícia contábil "Uma atividade autônoma e privativa de contadores e a sua natureza que deve ser estudada para se obter consciência de sua amplitude", disse ele, ao falar ainda sobre prestação de serviços, honorários e valor agregado a profissão. "Estamos em uma área de conhecimento contábil que é diferenciada, medida caso a caso, por isso, ela agrega valor maior. Portanto, não vamos nos iludir com o valor das causas que nós trabalhamos, já que não é ideal utilizarmos como métrica o valor das causas em que atuamos", citou.

Logo depois, o tema discutido foi "Lava Janto: Fraudes Contábeis em face da Corrupção, Lavagem de Dinheiro e Caixa 2 de Campanha Eleitoral". O painel foi debatido pelos peritos criminais federais Audrey Jones de Souza e Cláudio Saad, e mediado pela conselheira Fiscal da APEJESP e conselheira do CRCSP Suely Gualano Bossa Serrati.

Na apresentação, os especialistas falaram dos principais escândalos envolvendo casos de corrupção no país e sobre a atuação dos peritos criminais em situações de fraudes fiscais, aspectos legais e ilícitos financeiros. "Essas irregularidades administrativas apesar de ser um ato intencional, têm como objetivo causar prejuízos a terceiros. Então, o nosso papel é trabalharmos a partir de vestígios na busca por evidências, onde vamos tentar encontrar a autoria, a materialidade desse crime e, se possível, se essa fraude foi realizada. A partir dos exames dos vestígios e das evidências buscamos encontrar os autores, materializar esse perito e desenhar a dinâmica da ação fraudulenta e criminosa", explicou Audrey Jones aos participantes.

Os trabalhos da primeira parte do dia foram encerrados pelas peritas contadoras Alessandra Ribas Seco e Juliana Baggio Inácio, pela especialista em litígios cíveis Eliane Cristina Carvalho e pela especialista nas áreas de Contencioso e Arbitragem Monica Mendonça Costa que decorreram no painel "Perícia em Arbitragem: Ajuste e/ou Retificação de Preço em M&A". A mediação ficou por parte do perito Silvio Simonaggio e o árbitro Mauricio Almeida.

Texto e fotos: Renato Ricarte

Clique aqui e confira as demais fotos



<  Voltar
 
APEJESP - Todos os direitos reservados © É proibida a reprodução de textos e fotos publicadas, mesmo citando a fonte, sem expressa autorização assinadapelos diretores da publicação. Os artigos e matérias assinadas são de responsabilidade exclusiva dos seus autores. Jornalista Responsável: Suzamara Bastos. Criação: Acessa Brasil