Cadastro Nacional reunirá peritos contábeis do Brasil
Os profissionais de perícia contábil têm até 31 de dezembro de 2016 para ingressar no Cadastro Nacional de Peritos Contábeis (CNPC). O acesso poderá ser feito no site do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) ou no dos Conselhos Regionais de Contabilidade. O intuito do ato é ofertar à coletividade e ao poder judiciário uma listagem de profissionais, além de identificar a região de atividade de cada um.

"A APEJESP está atenta a esta mudança, com a entrada em vigor em março de 2016, do novo Código de Processo Civil (CPC), que salienta que os magistrados sejam auxiliados por peritos quando a prova do fato depender de conhecimento específico, e que o poder judiciário recorra, em geral, aos conselhos de classe para organizar um cadastro desses profissionais", explicou Paschoal Rizzi Naddeo, presidente da APEJESP.

No ato da inscrição, é preciso comprovar experiência, indicar a especificação da área de atuação, o estado e o município em que se pretende exercer a atividade. Além de documentos válidos para a comprovação da experiência, deve apontar a especificação da área em que atua. O perito pode optar por atuar em mais de um município, estado e especificação, como perícia trabalhista, tributária, de recuperação e de avaliação de empresas, entre outras.

"Depois de inscrito, para permanecer no CNPC é preciso cumprir o Programa de Educação Profissional Continuada, que será regulamentado pelo CFC ao longo do ano. Isso tem como propósito a atualização do perito, a APEJESP está buscando alternativas para não deixar o perito desamparado", finalizou Naddeo.

A partir de janeiro de 2017, para ingressar no Cadastro será necessário fazer um Exame de Qualificação Técnico específico, que será regulamentado ao longo de 2016.


<  Voltar
 
APEJESP - Todos os direitos reservados © É proibida a reprodução de textos e fotos publicadas, mesmo citando a fonte, sem expressa autorização assinadapelos diretores da publicação. Os artigos e matérias assinadas são de responsabilidade exclusiva dos seus autores. Jornalista Responsável: Suzamara Bastos. Criação: Acessa Brasil