EY redesenha estratégia no país com foco no setor de consumo

Por Cynthia Malta

A economia, ainda fraca neste ano, deve acelerar-se a partir de 2015, com a classe média empurrando para cima o consumo das famílias. Mas nada muito pujante. O país caminha para um modelo de crescimento mais lento e mais sofisticado. A avaliação é de Jorge Menegassi, presidente da EY (antiga Ernst & Young), que redesenha sua estratégia no Brasil.

Os negócios ligados a consumo, em especial na área de consultoria, devem tomar um espaço maior na companhia.

Estudo recente da EY estima que até 2022 o Brasil deve ter mais de 17 milhões de famílias na classe média, com renda anual acima de R$ 84 mil. Há dois anos, esse contingente era de 10 milhões. "Este é o desafio das empresas. Como atender 7 milhões de famílias a mais chegando no mercado", diz Menegassi.

http://www.valor.com.br/empresas/3545108/ey-redesenha-estrategia-no-pais-com-foco-no-setor-de-consumo

Fonte: Jornal Valor Econômico-13/05/2014